PUBLICIDADE
Topo

Sobre as Águas

Antônio Moreira (C.N. Charitas) ganha Sul-Americano de Finn 2022

Antonio Alonso

19/06/2022 18h05

O Sul-Americano da classe Finn terminou neste domingo (19), no Iate Clube de Brasília, com o título do velejador Antônio Moreira, representante do Clube Naval Charitas de Niterói (RJ), com 19 pontos perdidos.

O atleta venceu as últimas duas das oito regatas do campeonato e ficou com a medalha de ouro, seguido pelos representantes da casa, Rodrigo Carvalho (ICB), com 24, e Fernando Boani (ICB), com 27.

O evento teve ao todo 21 velejadores e um descarte do pior resultado. O equilíbrio deu o tom das provas, que tiveram sete vencedores diferentes. A média coroou Antônio Moreira, que conquistou seu segundo título na categoria dos pesos-pesados, repetindo a edição de 2019 em Ilhabela (SP).

O atleta Antônio Moreira começou a disputa no Lago Paranoá de Brasília com resultados ruins, mas uma boa média na reta final do Sul-Americano de Finn o colocou com chances de levar a conquista para Niterói (RJ).

"O ICB sempre recebe os velejadores muito bem e faz grandes campeonatos. Não comecei muito bem, com regatas bem difíceis pra mim. No sábado, com vento melhor, comecei a minha recuperação com dois segundos lugares. Já no domingo ganhei as duas do dia e com um quarto lugar chegando na frente dos adversários, eu consolidei o título", contou Antônio Moreira.

Os representantes do Iate Clube de Brasília comemoram o alto nível das regatas e a presença dos velejadores, repetindo o sucesso do Brasileiro da categoria, que foi em abril, em São Paulo (SP).

"O Iate Clube está muito orgulhoso de ter sediado o Sul-Americano de Finn. Foi um campeonato com condições muito difíceis, mas a vitória do Antonio Moreira mostra que o velejador bom ganha em quaisquer condições. Agradecemos a classe Finn e todos seus velejadores por confiarem em nós para organizar este grande evento", disse Gustavo Raulino, Diretor de Esportes Náuticos do ICB.

Foto:Rosana Amorim

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.

Blog Sobre as Águas