Sobre as Águas http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br Informação e opinião sobre vela, náutica, navegação e mar em geral. Sun, 17 Oct 2021 20:40:13 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.7.2 Brasil finaliza Mundial de Kite na Itália http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/2021/10/17/brasil-finaliza-mundial-de-kite-na-italia/ http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/2021/10/17/brasil-finaliza-mundial-de-kite-na-italia/#respond Sun, 17 Oct 2021 20:40:13 +0000 http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/?p=5996 A participação brasileira no Mundial de Fórmula Kite 2021 em Torre Grande (Oristano), na Itália, terminou com a 18ª colocação do campeão pan-americano Bruno Lobo.

O atleta de São Luís (MA) liderou a equipe brasileira de vela na competição, que contou ainda com Maria do Socorro Reis – 38ª na classificação do feminino, e Cláudio Cruz entre os masters.

O resultado, segundo os competidores, foi positivo, principalmente pelo nível técnico dos quase 150 velejadores de 27 países na disputa.

Foi também o primeiro evento válido como campeonato mundial da IKA – International Kiteboarding Association após a confirmação da modalidade em Paris 2024.

O título do campeonato no masculino ficou com o francês Theo de Ramecourt. Em segundo lugar terminou o também francês Axel Mazella e em terceiro o esloveno Toni Vodisek. Já a vencedora no feminino foi a norte-americana Daniela Moroz, seguida no pódio pela britânica Ellie Aldridge e pela francesa Poema Newland.

Principal nome do kitesurf no Brasil, Bruno Lobo andou entre os primeiros em praticamente todas as regatas do evento, que começou na quarta-feira (13) e foi decidida no domingo (17).

O atleta, que viajou a convite da CBVela – Confederação Brasileira de Vela, espera ter mais oportunidades na próxima temporada e foca nos objetivos principais, que são o bicampeonato do Pan, em Santiago 2023, e disputar uma final olímpica em Paris 2024.

Leia mais em — https://onboardsports.net/brasileiros-no-mundial-de-kite-desenvolvimento/

]]>
0
Definidos os brasileiros no Mundial da Juventude de Omã http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/2021/10/16/5991/ Sun, 17 Oct 2021 01:10:15 +0000 http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/?p=5991 A nona edição da Copa Brasil 2021 terminou neste sábado (16), na Escola de Vela Lars Grael, em Ilhabela (SP), com quatro dias de regatas e quase 200 participantes espalhados por várias categorias.

Com objetivos diferentes, os atletas usaram o tradicional evento para trocar experiência e ganhar ainda mais ritmo de prova.

Primeiro evento de ponta no País após a realização dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, a Copa Brasil de Vela marcou retorno importantes como de Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino na classe Nacra e as novas duplas de 470, que para Paris 2024 serão formadas por um homem e uma mulher.

Outro destaque da edição 2021 do campeonato foi a definição das vagas para o Mundial de Juventude de Omã. Um dos confirmados na competição de base foi Alex Kuhl, primeiro e único campeão mundial de Optimist. O garoto de Ilhabela (SP) venceu na classe 420 ao lado de Marcos Arndt.

“Classificamos para o Mundial então estou muito feliz. Eu e o Alex vamos descansar um dia e depois já voltamos para os treinos visando o Mundial para garantir o melhor resultado possível por lá”, comentou Marcos Arndt.

Além deles, outras duplas garantiram seus lugares no Mundial do ano que vem. Lorenzo Ballestrin e Pedro Berenitiz (29er masculino), na versão feminina Gabriela Vassel e Larissa Oliveira. Já no 420, Joana Gonçalves e Luisa Madureira estarão no evento de Omã. Os adolescentes Pedro Madureira (ILCA), Isadora Dal Ri (ILCA), Thiago Rodrigues (Bic Techno), Roberto Cardoso e Julia Olliver (Hobbie Cat) e Rodrigo Moraes (Kite) confirmaram suas vagas.

“Nós da CBVela estamos muito felizes com a realização da Copa Brasil de Vela aqui em Ilhabela. Eu acredito que os melhores tenham vencido. Ilhabela é uma raia bem desafiante e leva os velejadores ao extremo. Tivemos um nível altíssimo e pudemos perceber uma evolução dos jovens e futuro da equipe olímpica se renovando com essas classes novas”, disse Walter Böddener, gerente de eventos da CBVela.

A competição foi realizada pela CBVela – Confederação Brasileira de Vela.

Sobre a CBVela

A Confederação Brasileira de Vela (CBVela) é a representante oficial da vela esportiva do país nos âmbitos nacional e internacional. É filiada à Federação Internacional de Vela (World Sailing) e ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

Tem o Bradesco como patrocinador oficial, e o Grupo Energisa como parceiro oficial e patrocinador da Vela Jovem. A vela é a modalidade com o maior número de medalhas de ouro olímpicas na história do esporte do Brasil: oito. Ao todo, os velejadores brasileiros já conquistaram 19 medalhas em Jogos Olímpicos.

 

]]>
Palestras em Ilhabela destacam importância da segurança de navegação http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/2021/10/16/palestras-em-ilhabela-destacam-importancia-da-seguranca-de-navegacao/ http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/2021/10/16/palestras-em-ilhabela-destacam-importancia-da-seguranca-de-navegacao/#respond Sun, 17 Oct 2021 00:55:24 +0000 http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/?p=5989 Mais um dia de muito aprendizado e troca de experiências no XVII Simpósio de Segurança do Navegador Amador, no Yacht Club de Ilhabela (YCI), no litoral norte paulista.

Um dos maiores encontros sobre o segmento no País reservou o sábado (16) para palestras com especialistas em navegação.

Autoridades da Marinha do Brasil, velejadores e instrutores exploraram diversos temas como Tribunal Marítimo e expedições, como a do paulista Beto Pandiani. As palestras foram abertas pelo Almirante de Esquadra Wladmilson Borges de Aguiar, Diretor Geral de Navegação e logo seguida foi feita a abertura oficial pelo Comodoro do Yacht Club de Ilhabela, Alex Costa.

Na véspera, os participantes fizeram as atividades práticas no chamado Dia de Mar. O Simpósio de Segurança do Navegador Amador é realizado pelo YCI, em parceria com Marinha do Brasil e Soamar-SP, além do apoio da Prefeitura de Ilhabela e a organização da Full Time Eventos e Turismo.

”Temos a honra de receber nada mais nada menos que seis Almirantes, cada um com uma apresentação dedicada com a sua área de especialização e certamente já contribuíram e vão contribuir para a melhor formação de nossos capitães, mestres e arrais que amanhã se submeterão às provas, como eu costumo a dizer, a cereja do bolo desse simpósio”, comentou o Comodoro do Yacht Club de Ilhabela, Alex Costa.

“O participante pode vir aqui, aprender e sair com a sua carteira de habilitação em mãos, tudo muito rápido, ele presta sua prova aqui, no mesmo dia fica sabendo o resultado e já sai com a carteira em mãos”.

Leia na íntegra – https://onboardsports.net/resumo-das-palestras-do-simposio-de-seguranca-do-navegador-amador/

]]>
0
Resultados do segundo dia da Copa Brasil em Ilhabela (SP) http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/2021/10/15/resultados-do-segundo-dia-da-copa-brasil-em-ilhabela-sp/ http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/2021/10/15/resultados-do-segundo-dia-da-copa-brasil-em-ilhabela-sp/#respond Fri, 15 Oct 2021 11:50:34 +0000 http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/?p=5986

Um dos destaques da Copa Brasil de Vela 2021, que é realizada na Escola de Vela Lars Grael, em Ilhabela, litoral norte de São Paulo, é a presença da dupla finalista olímpica de Tóquio 2020 Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino Sá. Os representantes do País na classe NACRA ficaram em 10º lugar no Japão e escolheram o evento para marcar o reinício de uma campanha para Paris 2024.

A NACRA, assim como Windsurf Formula Foil, Formula Kite, iQFoil e Finn, começaram as disputas da Copa Brasil nesta quinta-feira (14), competição que reúne quase 200 atletas de todas as federações. As provas são organizadas e chanceladas pela CBVela – Confederação Brasileira de Vela.

Sempre entre os melhores do mundo, Samuel e Gabi prestigiam a Copa Brasil para interagir com a nova geração e voltar ao ritmo de regata. Os dois venceram as três regatas do dia em Ilhabela (SP).

”Estávamos há bastante tempo enferrujados, não velejávamos desde as Olimpíadas então estamos retomando nosso ciclo olímpico no dia de hoje, bastante satisfeitos com a nossa performance e de poder estar competindo nesse lugar tão bonito que é Ilhabela”, disse Samuel Albrecht.

”A gente está se divertindo aqui enfrentando os adversários nesse campeonato. É uma grande oportunidade para eles nos vencerem, mas hoje às coisas saíram bem, e vamos assim nos divertir e sem pensar muito no resultado, leve sem pressão e só para voltar a ativa mesmo”.

Como tático do barco Crioula de Porto Alegre (RS), Samuel Albrecht foi campeão e recordista da Semana de Vela de Ilhabela, tradicional evento que ocorre sempre nos meses de julho no Yacht Club de Ilhabela. O gaúcho conhece a raia como poucos no País. A competição tem mais atletas de Tóquio 2020 como Ana Barbachan (470) e Marco Grael (49er), além de treinadores como Juan Sienra e Alexandre Paradeda.

A Copa Brasil conta também com as classes ILCA 7 (Masc.), ILCA 6 (Fem.), ILCA 6 (Masc.), 470 (Misto), 49er, Snipe (misto), Hobie Cat 16, Star, 420 (Aberto e Fem.), 29er (Masc e Fem), ILCA 4.7,  HC 16 com balão (Misto), Dingue, e Bic Techno 293+ (Masc e Fem).

As provas estão sendo transmitidas pela TVN Sports no Canal Olímpico do Brasil. Clique aqui e assista ao Canal Olímpico Brasil.

Acompanhe todos os resultados no site oficial da CBVela:https://bit.ly/ResultadoCopaBrasil  

]]>
0
Tudo pronto para evento de segurança no mar no YCI http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/2021/10/15/tudo-pronto-para-evento-de-seguranca-no-mar-no-yci/ http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/2021/10/15/tudo-pronto-para-evento-de-seguranca-no-mar-no-yci/#respond Fri, 15 Oct 2021 11:24:18 +0000 http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/?p=5983 O XVII Simpósio de Segurança do Navegador Amador começa hoje.

Na verdade ontem já teve movimentação no Yacht Club em Ilhabela (SP).

Navegadores, marinheiros, velejadores e pessoas relacionadas com o meio náutico tiraram o dia para receber seus kits, se credenciarem e garantirem seus lugares na edição 2021 do evento, considerado um dos mais importantes sobre segurança náutica do país.

Nesta sexta-feira (15), o “Dia de Mar” abre as ações em água no Simpósio. Serão quatro embarcações da Marinha do Brasil que farão as ações de segurança, incluindo atracação e desatracação, resgate de homem ao mar, abandono de embarcação, coletes e balsa salva vidas, sinalização com pirotécnicos, transmissão de “Securitée” e “May Day”.

”O simpósio é mais um evento de grande porte feito no clube. Há quase 50 anos realizamos a Semana Internacional de Vela de Ilhabela! Além da SIV, são feitas aqui competições de alto nível como Circuito Ilhabela, rallys e troféus de pesca. De 15 a 17 de outubro, navegadores amadores terão a oportunidade de participar de inúmeras atividades referentes à segurança da navegação amadora na nossa sede”, contou Alex Costa Pereira, comodoro do Yacht Club de Ilhabela.

Organizado pela Full Time Eventos e Turismo, o três dias de Simpósio tem assinatura do Yacht Club de Ilhabela (YCI), Marinha do Brasil e Soamar SP, além de contar com o apoio da Prefeitura de Ilhabela.

O Dia do Mar também terá a demonstração de resgate de náufrago por aeronave, orientando todos os participantes sobre as principais causas de acidentes e de treinamentos com os equipamentos de segurança.

”A dica para os participantes é aproveitar cada minuto das palestras, cada minuto do dia de mar, são oportunidades que normalmente eles não têm. De ir a bordo de uma balsa, disparar um pirotécnico, entender como funciona um dia a dia de navio de Marinha…então isso é muito interessante”, disse Marcello Souza, capitão amador, diretor da escola de navegação Argonauta.

No dia seguinte (16), o velejador experiente Beto Pandiani será um dos palestrantes do dia. Além dele, o Simpósio terá palestras de especialistas no mundo náutico e autoridades da Marinha do Brasil, com abertura oficial de Alex Costa – Comodoro do Yacht Club de Ilhabela e Mario Simonsen – Presidente Soamar-SP.

]]>
0
Medição das pranchas e kites em Torre Grande http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/2021/10/13/medicao-das-pranchas-e-kites-em-torre-grande/ http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/2021/10/13/medicao-das-pranchas-e-kites-em-torre-grande/#respond Wed, 13 Oct 2021 10:39:59 +0000 http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/?p=5980 A organização do Mundial de Kite destinou a terça-feira (12) para fazer as medições oficiais dos equipamentos que serão usados nas regatas, que começam hoje!

Os fiscais italianos fizeram testes para ver se os hidrofoils estão registrados nas medidas corretas e no peso máximo ou mínimo da classe.

O Mundial de Fórmula Kite será disputado a partir desta quarta-feira (13), em Torre Grande (Oristano), na Itália, com mais de 150 atletas de 27 países.

As regatas da nova classe para Paris 2024 contam com três brasileiros: Bruno Lobo, Cláudio Cruz e Socorro Reis. Será o primeiro Campeonato Mundial da IKA – Associação Internacional de Kiteboarding realizado nos mesmos formatos das provas olímpicas.

Os brasileiros também participaram do dia de mídia, com fotos oficiais e entrevistas.

Atual campeão Pan-Americano e apontado como um dos grandes nomes do Mundial de Fórmula Kite, o maranhense Bruno Lobo está animado com o crescimento da categoria, além da chance de medir forças com os melhores do planeta.

”É uma modalidade que cresce muito e a cada competição o nível aumenta, motivando também por ser uma classe olímpica. Fizemos nosso dever de casa, nos dedicamos e esperamos colocar a bandeira do Brasil no lugar mais alto do pódio”, disse Bruno Lobo, que viajou à Torre Grande para o Mundial de Fórmula Kite com o apoio da CBVela – Confederação Brasileira de Vela.

”Serão cinco dias de competição aqui na Itália com condições perfeitas para a prática do kite. Estou animado para as regatas”, completou o campeão dos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019.

A também maranhense Socorro Reis quer evoluir mais e levar o conhecimento adquirido nas regatas na Itália para melhorar ainda mais seu velejo nas regatas no Brasil. A melhor do País e segunda da América sonha em ver mais meninas correndo de Kite.

”O objeto é voltar ao Brasil com outra visão, uma outra experiência. Competir no exterior abre portas de aprendizado. Aqui para o Mundial vamos velejar em condições perfeitas. Agora ir com tudo e dar o nosso melhor, representando nosso País e nosso estado do Maranhão”, contou Socorro Reis.

 

]]>
0
De semana de vela para o simpósio http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/2021/10/13/de-semana-de-vela-para-o-simposio/ http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/2021/10/13/de-semana-de-vela-para-o-simposio/#respond Wed, 13 Oct 2021 10:36:49 +0000 http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/?p=5977 A estrutura do XVII Simpósio de Segurança do Navegador Amador já está praticamente pronta no Yacht Club de Ilhabela.

Quem será responsável por produzir todo o evento é a mesma empresa que faz a tradicional Semana de Vela de Ilhabela.

A Full Time Eventos ajuda o YCI NO encontro, que é organizado pelo clube e pela Marinha do Brasil e entra na edição 17.

O simpósio será realizado entre 15 e 17 de outubro e terá uma uma série de atividades dentro e fora do mar, além de palestras com especialistas no segmento. O último dia será reservado às provas para habilitação de Arrais Amador, Mestre e Capitão.

A equipe, que tem como base a cidade de Santos (SP), prepara toda a estrutura e esquema de acesso ao clube, bem como os cerimoniais e logística de pousadas para convidados e palestrantes. Mais de 200 pessoas são esperadas para os três dias de simpósio.

“Estamos mais uma vez aqui no Yacht Club de Ilhabela, estamos começando a montagem do XVII Simpósio de Segurança do Navegador Amador, estamos recebendo os materiais e a montagem de estrutura começa hoje”.

”Estamos esperando as equipes da Marinha, os almirantes, temos programações sociais de coffee break e coquetel. Mais um evento grandioso do Yacht Club de Ilhabela desta vez com parceria com a Marinha do Brasil”, disse Eliete Fraga, produtora da Full Time, organizadora do evento.

Mais aqui — https://onboardsports.net/yacht-club-de-ilhabela-se-prepara-para-receber-simposio-de-seguranca-do-navegador-amador/

]]>
0
Kite brasileiro pronto para estreia no Mundial 2021 http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/2021/10/11/kite-brasileiro-pronto-para-estreia-no-mundial-2021/ http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/2021/10/11/kite-brasileiro-pronto-para-estreia-no-mundial-2021/#respond Mon, 11 Oct 2021 23:50:13 +0000 http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/?p=5975 As regatas oficiais do Mundial de Fórmula Kite começam nesta quarta-feira (13), em Torre Grande (Oristano), na Itália, com a participação de três atletas da Equipe Brasileira de Vela.

Os maranhenses Bruno Lobo e Socorro Reis, além do fluminense Cláudio Cruz, estão inscritos no principal campeonato da classe, uma das mais novas no calendário olímpico para Paris 2024.

Os velejadores aproveitaram os últimos dois dias para fazer as inscrições, testar os materiais e reconhecer a raia das regatas no Mar Mediterrâneo. Mais de 150 atletas estão confirmados na competição mundial na Sardenha, que vai até 17 de outubro.

Líder do ranking mundial, Bruno Lobo chegou à ilha do sul da Itália na noite deste domingo (10). Já o Socorro Reis e Cláudio Cruz estiveram em um evento realizado em Cagliari no fim se semana.

”O treino de hoje foi bom! É uma raia bem técnica, com muita mudanças de vento e de direção. Deu para fazer umas regatinhas treinando. Estou me sentindo bem. Na terça vamos fazer os últimos ajustes para começar pra valer o Mundial’, disse Bruno Lobo, campeão pan-americano em Lima 2019 e líder do ranking mundial. ”Cada lugar tem sua particularidade. Precisamos desse reconhecimento para na hora das regatas tomar as melhores decisões.

Em agosto deste ano, Bruno Lobo conquistou Pan-Americano da categoria em Cabaret, na República Dominicana. Já Socorro Reis ficou com a prata. ”Tudo pronto para as regatas-treino e as expectativas são as melhores para ter um bom desempenho no Mundial de Formula Kite a partir de quarta-feira”, contou Socorro Reis.

Promotor de eventos e um dos responsáveis pelo fomento do kitesurfe no sul do País, Cláudio Cruz competirá na categorias dos masters. O atleta veterano realiza competições nacionais e internacionais em Itajaí (SC) e está animado com a oportunidade de correr com velejadores do mundo todo.

”São atletas com um nível técnico forte! O vento começou a entrar, um pouco rondado, mas Mundial é assim, não tem como escolher. O que vier vamos para dentro. Estamos treinando juntos com os brasileiros e os demais países em Torre Grande”, explicou Cláudio Cruz.

As regatas são as primeiras válidas como Campeonato Mundial da IKA – Associação Internacional de Kiteboarding realizadas nos mesmos formatos das regatas olímpicas. O evento da edição de 2019, que foi continental, atraiu quase 100 atletas na Sardenha.

O campeão europeu Axel Mazella (França) está escalado para as regatas ao lado de outros grandes nomes da modalidade, atletas do nível dos brasileiros.

 

]]>
0
Copa Brasil de Vela terá mais de 150 competidores http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/2021/10/11/copa-brasil-de-vela-tera-mais-de-150-competidores/ http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/2021/10/11/copa-brasil-de-vela-tera-mais-de-150-competidores/#respond Mon, 11 Oct 2021 23:45:24 +0000 http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/?p=5969 A edição 2021 da Copa Brasil de Vela começa nesta quarta-feira (13), em Ilhabela (SP), com mais de 150 velejadores participantes.

O tradicional evento da modalidade terá como sede a Escola de Vela Lars Grael e reunirá as principais classes olímpicas, pan-americanas e também competidores das categorias de base, a chamada vela jovem.

Estão programadas regatas no Canal de São Sebastião nas categorias Windsurf, Kite, RS:X, Bic Techno, 49er, 29er, Snipe, Lightning, Nacra 17, 470, 420, Laser, Laser Rd e 4.7.

A competição é organizada e chancelada pela CBVela – Confederação Brasileira de Vela. A previsão para as provas, que serão realizadas até domingo (17) é de vento leste com média intensidade e grande possibilidade de chuva na maior parte do dia.

Será a nona edição da Copa Brasil de Vela, competição que foi criada na década passada para incentivar a modalidade e seus participantes para ganhar ritmo visando grandes eventos internacionais. Será realizada nas mesmas datas a VII Copa Brasil de Vela Jovem.

”Teremos a participação de muitos velejadores de várias idades na Copa Brasil de Vela, o que mostra a força da modalidade. Estamos saindo aos poucos dessa pandemia e vamos ver atletas do mais alto nível correndo esse campeonato, que já é tradicional no País”.

”Outro dado importante é a presença feminina. Já vimos muitas correndo o Mundial de Snipe na semana passada no Yacht Club Paulista (YCP). Agora é a vez de Ilhabela, importante local de pratica de vela da América do Sul, realizando eventos como a Semana de Vela de Ilhabela e seletivas olímpicas”, disse Marco Aurélio de Sá Ribeiro, presidente da CBVela.

Grandes nomes da modalidade já estão confirmados na Copa Brasil de Vela, como os representantes de Tóquio 2020 Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino (NACRA), Marco Grael (49er), Ana Barbachan (470), além dos campeões mundiais de Snipe Gustavo Abdulklech (Jr) e Juliana Duque (Feminino).

A medalhista pan-americana Juliana Duque nem bem celebrou o título mundial de Snipe conquistado no último sábado (9), em São Paulo (SP), e já virou a chavinha para a campanha de Paris 2024. Após faturar de ponta a ponta o Mundial de Snipe com Mila Beckerath, a baiana agora se junta ao marido e proeiro Rafa Martins para as regatas de 470.

”Muito feliz de poder ser campeã mundial de Snipe mais uma vez. O nosso desempenho foi muito bom e agora vamos virar a chave para a campanha olímpica, que é nosso objetivo após a 470 se transformar em classe mista”, disse a baiana Juliana Duque.

As novas classes olímpicas como o Fórmula Kite e o WindSurf estarão nas regatas da Copa Brasil de Vela. Um dos destaques do evento será o maranhense Bruno Lima. ”Estou bem preparado e espero ter um bom desempenho na Copa Brasil de Vela. Vou dar o melhor para conquistar o título deste ano”, disse Bruninho. ”Muito ansioso com a volta à Ilhabela! Lugar lindo! Perfeito para velejar. Minhas expectativas são as melhores! Vou me esforçar ao máximo para trazer esse título pra casa!”

Parte da seleção brasileira de vela de Kite está em Torre Grande, na Itália, para a disputa do Mundial da categoria, que começa na quarta-feira. Participam do evento internacional Bruno Lobo, líder do ranking mundial, além de Socorro Reis e Claudio Cruz.

No mesmo período da Copa Brasil de Vela, Ilhabela (SP) receberá o XVII Simpósio de Segurança do Navegador Amador, no Yacht Club de Ilhabela (YCI). O evento terá uma série de atividades dentro e fora do mar, incluindo palestras, treinamentos e provas.


 

]]>
0
Baianas com as mãos na taça http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/2021/10/08/baianas-com-as-maos-na-taca/ http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/2021/10/08/baianas-com-as-maos-na-taca/#respond Fri, 08 Oct 2021 22:59:30 +0000 http://sobreasaguas.blogosfera.uol.com.br/?p=5965

O Mundial Feminino de Snipe tem praticamente definida a dupla campeã de 2021.

As baianas Juliana Duque e Mila Beckerath novamente venceram as duas regatas do dia nesta sexta-feira (8), no Yacht Club Paulista, em São Paulo (SP), e abriram vantagem confortável na liderança do campeonato exclusivo para mulheres.

A competição conta com 42 duplas de sete países e já foram realizadas seis provas ao todo.

As últimas regatas serão neste sábado (9) e com a entrada do descarte do pior resultado, Juliana Duque e Mila Beckerath precisam apenas de colocações medianas nas provas finais.

As atletas somam apenas 6 pontos perdidos contra 18 da dupla formada pela croata Andela Viturri e pela norueguesa Maj Kristin Borgen. Em terceiro estão as brasileiras Martha Rocha e Larissa Juk com 19 pontos perdidos.

As representantes do Yacht Club da Bahia literalmente sobraram nas provas desde quarta-feira (6), que foram realizadas na Represa do Guarapiranga. Acertaram todas as largadas e nas montagens de boia abriram frente para as adversárias.

No Campeonato, elas pegaram dois segundo lugares e quatro vitórias literalmente de ponta a ponta.

”Hoje foi bom outra vez! A gente abriu uma frente boa e faltam duas regatas agora. Vamos tentar velejar bem novamente. Largamos muito bem nas duas provas de hoje e acertamos a tática. Estou muito feliz”, contou Juliana Duque, medalhista pan-americana em Lima 2019 e campeã mundial de Snipe de 2016.

 

]]>
0