PUBLICIDADE
Topo

Sobre as Águas

Lars Grael e Guilherme de Almeida na frente do VII Distrito de Star

Antonio Alonso

27/05/2022 19h21

A abertura do VII Distrito da classe Star ocorreu nesta sexta-feira (27), no Yacht Club Santo Amaro – YCSA, em São Paulo (SP), com duas regatas disputadas. Os atuais campeões brasileiros Lars Grael e Guilherme de Almeida mantiveram o favoritismo e venceram as provas na Represa do Guarapiranga. Os velejadores deixaram para trás Marcelo Fuchs e Arthur Lopes, e André Diomelli e Marcelo Jordão, que ocupam segundo e terceiro lugares, respectivamente.

O tradicional evento da vela brasileira conta com 13 duplas e mistura, além do medalhista olímpico Lars Grael, campeões mundiais e sul-americanos no Star e em outras classes da modalidade.

As regatas de estreia tiveram ventos na direção noroeste com média 7 a 10 nós. Neste sábado (28) estão programadas pelo manos mais duas regatas no YCSA a partir de 11h. Estão previstos ventos de fraca intensidade na zona sul de São Paulo.

"Hoje foram duas regatas, vento no quadrante norte, noroeste, com rodadas para nordeste. Dia difícil de velejar mas com um saldo muito bom, duas vitórias, a primeira regata montando em segundo e passando para primeiro, na segunda sobrevivemos ao incidente de saída e chegando na primeira colocação, contando com um pouco de sorte", explicou Lars Grael.

"Ainda faltam quatro regatas, a previsão de amanhã é muito parecida com a de hoje, a organização do evento optou por começar a largada às 11h, buscando melhores ventos. Domingo tem previsão de vento no quadrante norte também, só que com mais intensidade, a disputa está boa, são vários velejadores de renome, estar entre eles é muito bom", completou o medalhista olímpico.

A última edição do VII Distrito da classe Star foi disputada no Iate Clube do Rio de Janeiro (ICRJ) em dezembro de 2021 com o título da dupla Henrique Haddad e Pedro Trouche, que venceu quatro das cinco regatas realizadas na Baía de Guanabara.

"Foi uma raia difícil para todo mundo. Duas vitórias do Lars Grael, velejou muito bem, fez uma boa segunda regata, se recuperou, mostrou que é o grande favorito. Foram 13 barcos na água, dois barcos de madeira, infelizmente um deles não pode competir, mas amanhã já está na água, isso é muito legal, mostra a força da longevidade que a classe tem. Tem mais dois dias, quatro regatas programadas, contamos com todos vocês aqui na represa torcendo", disse Arthur Lopes, secretário do VII Distrito da classe Star.

Estão programadas seis regatas, sendo duas por dia de campeonato. O mínimo de três provas é necessário para constituir a série. Os pontos finais dos barcos no VII Distrito da classe Star serão a soma de sua pontuação em cada uma e vence quem somar menos! Havendo cinco ou mais regatas, será excluído o pior resultado. Uma terceira disputa poderá ser corrida conforme decisão da Comissão de Regatas para antecipar o programa.

Resultados após 2 regatas

1º – Lars Grael / Guilherme Almeida – 2 pontos

2º – Marcelo Fuchs/ Arthur Lopes – 6 pontos

3º – André Diomelli / Marcelo Jordão – 9 pontos

4º – Wagner Bojlesen / Henrique Cabette – 11 pontos

5º – Dino Pascolato / Samuel Gonçalves – 12 pontos

6º – Admar Gonzaga / Ronald Seifert – 12 pontos

7º – Antonio Moreira / Arcelio Moreira – 13 pontos

8º – Felipe Etchenique/ Ubiratan Matos – 13 pontos

9º – Felipe Haddad / Marco Lagoa – 14 pontos

10º – Bruno Caruso / Juan de La Fuente – 19 pontos

11º – Renato Cruz / Fernando Ilha – 22 pontos

12º – Beto Hackerott/ Ricardo Siemsen – 23 pontos

O VII Distrito da Classe Star é organizado pelo YCSA, CBVela – Confederação Brasileira de Vela, FEVESP – Federação de Vela do Estado de São Paulo e Secretaria do VII Distrito da Classe Star. O patrocínio máster da competição é da Terra Nova Trading, com apoios de Cervejaria Madalena, Witech, Winebrands, Caktus, On Board Sports e Regatta.

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.

Blog Sobre as Águas