PUBLICIDADE
Topo

Sobre as Águas

+Bravíssimo no pódio do Circuito Atlântico Sul

Antonio Alonso

23/01/2022 11h00

A equipe do +Bravíssimo ficou na terceira colocação geral do Circuito Rolex Atlântico Sul, tradicional competição de vela oceânica disputada na Argentina e no Uruguai. O barco comandado por Luciano Secchin contou com os atletas olímpicos Jorge Zarif e Gabriel Borges e, além do pódio somando todos os 30 veleiros do evento, venceu na categoria ORC B.

Os capixabas foram para a última regata de barla-sota tentando tirar a vantagem dos argentinos Mac (campeão geral) e do Katara (vice), mas acabaram em terceiro. O circuito abriu com a regata Buenos Aires Punta del Este e depois promoveu provas de percurso médio e entre boias no balneário uruguaio. A outra equipe brasileira na disputa, o Crioula, ficou em quinto no geral sob o comando de Eduardo Plass e com Samuel Albrecht de tático. Os gaúchos importaram um TP52 para a disputa.

"A gente foi para uma tática de tudo ou nada. Se desse super certo poderíamos vencer e o pior das hipóteses era pegar quarto. Subimos uma posição e ficamos no pódio. Foi o melhor barco abaixo dos 40 pés na competição", explicou Luciano Secchin.

O +Bravissimo vive uma fase positiva na modalidade. Em 2021, o time do Iate Clube do Espírito Santo foi vencedor da Semana Internacional de Vela de Ilhabela.

Com olímpicos a bordo e mais experientes, o time de Luciano Secchin já se estrutura para correr o Mundial de ORC 2022, que será na Itália.

O próximo evento de ponta da modalidade será o Brasileiro de ORC em Santa Catarina no início do mês de fevereiro. A competição marcará a estreia de uma série de veleiros e tripulações novas na vela brasileira após a liberação da importação de embarcações estrangeiras. Outros ganharam apoio e investiram como o Inaê Amstel Ultra, que fará sua primeira disputa de título em Florianópolis.

Texto: Flávio Perez

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.

Blog Sobre as Águas