PUBLICIDADE
Topo

Sobre as Águas

11th Hour agora com dois IMOCAs

Antonio Alonso

14/09/2021 21h49

A equipe de regata 11th Hour Racing acaba de lançar seu novo barco para a temporada de vela oceânica, que inclui provas como Transat Jacques Vabre e The Ocean Race.

Nesta segunda-feira (13), em Concarneau, na França, o time liderado pelos norte-americanos Charles Enright e Mark Towill colocaram na água o veleiro IMOCA nomeado M ālama, que significa cuidar no dialeto havaiano.

O time terá o antigo 60 pés que é conhecido como Alaka 'i, que quer dizer liderança.

"Uma noite memorável para todos, pela primeira vez desde que lançamos a campanha em junho de 2019, tivemos todos os membros de todos os cantos do mundo juntos em um só lugar".

"Também fomos acompanhados por aqueles que ajudaram a tornar a visão de nosso recém-lançado IMOCA uma realidade – CDK Technologies, MerConcept e Guillaume Verdier Studio. Estamos extremamente gratos por todo o trabalho árduo que levou nossa equipe até este ponto", definiu Jeremy Pochman, cofundador e CEO da 11th Hour Racing.

Os dois veleiros vão para a regata Défi Azimut na quarta-feira (15).

O novo IMOCA 60, 11.2 da 11th Hour Racing Team foi o primeiro a ser construído especificamente para uma tripulação de quatro ou cinco pessoas, agora que será usado na edição de 2022-23 da The Ocean Race.

Construir um barco de acordo com a regra atual da IMOCA 60 apresenta desafios significativos quando a sustentabilidade, que é sua meta declarada.

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.

Blog Sobre as Águas