PUBLICIDADE
Topo

Sobre as Águas

Atleta olímpico recebe barco e jogo de vela para Tóquio 2021

Antonio Alonso

05/03/2021 15h32

O velejador Jorge Zarif entrou em sua nova fase de treinamento visando a Olimpíada de Tóquio 2021. O atleta paulista já está a bordo do barco Finn que será usado no Jogos, que começam em julho.

Os novos materiais foram enviados de Barcelona, na Espanha, até o porto de Santos (SP) e chegaram na segunda-feira (1).

O contêiner transportou dois veleiros certificados pela Finn e mais cinco velas. Toda a logística ficou a cargo da PGL Brasil, empresa de transporte, armazenagem, desembaraço e agenciamento de cargas patrocinadora do campeão mundial.

Jorginho Zarif já treina com os barcos em Ilhabela (SP) com o campeão mundial e pan-americano Alexandre Paradeda desde o fim de 2020. A escolha de materiais é uma fase importante numa campanha olímpica de vela!

"Vou chegar na Olimpíada com o melhor material que selecionei junto com meu técnico. Pela falta de velejadas fora do Brasil causada pela pandemia, a gente estava um pouco desatualizado. Como não estávamos conseguindo ir para Europa, achamos melhor trazer os barcos para o Brasil com a ajuda da PGL".

"Selecionar esse material aqui no Brasil e depois mandar para Europa para dar um pouco mais de tranquilidade", disse Jorge Zarif.

O calendário de 2021 da classe Finn ainda segue indefinido. Nesta quarta-feira (3), o atleta recebeu a notícia do cancelamento do Campeonato Europeu de Finn, que seria realizado em Hyeres, na França, de 17 a 24 de abril. O mundial da categoria também corre o risco de adiamento em função da COVID-19.

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.

Blog Sobre as Águas