PUBLICIDADE
Topo

Souza Ramos na live da CBVela

Antonio Alonso

11/06/2020 15h32

A Confederação Brasileira de Vela – CBVela promoveu nesta terça-feira (9) uma live especial com o velejador Eduardo Souza Ramos, um dos principais nomes da modalidade.

O tema do bate-papo online foi História da Vela Oceânica de Alto Rendimento.

O encontro online teve outras lendas do esporte, como os medalhistas olímpicos Torben Grael e Lars Grael, além do presidente da CBVela, Marco Aurélio Sá Ribeiro, e do presidente da ABVO – Associação Brasileira de Veleiros de Oceano, Mario Martinez.

Acesse o link completo — https://youtu.be/HSHAjWZExvE

O atleta paulista de 75 anos é apontado como o maior campeão de oceano no País, incluindo a Semana Internacional de Vela de Ilhabela.

Sua última conquista foi na edição 2019 do maior evento náutico da América do Sul com o Pajero na classe ORC.

"A vela de oceano no Brasil depende de uma série de fatores para crescer".

"Mas acredito que uma delas é incentivar a compra de barcos menores (para os iniciantes) e a outra são grupos de amigos fazendo consórcio para comprar embarcações maiores".

"Espero que mais barcos de cruzeiro venham correr regatas com o objetivo de diversão e brincadeira".

"Temos que atrair cruzeiristas para as competições".

Texto original — http://diarinho.com.br/abordodoesporte/2020/06/11/live-da-cbvela-destaca-feitos-de-eduardo-souza-ramos-no-esporte/

 

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.

Blog Sobre as Águas