PUBLICIDADE
Topo

American Magic

Antonio Alonso

31/05/2020 16h43

A equipe que defende o New York Yacht Club American Magic deixou sua base rumo a Auckland, Nova Zelândia, local da próxima America's Cup.

O desafiante norte-americano saiu de Pensacola, na Flórida, e ficará na Oceania para os próximos eventos relacionados à competição.

São eles: World Series Auckland (17 a 20 de dezembro), Prada Cup (15 de janeiro a 22 de fevereiro de 2021) e 36ª America's Cup (6 a 21 de março de 2021).

"Pensacola realmente cuidou de nossa equipe em todas as etapas. Embora seja triste sairmos, estamos animados com o que nos espera na Nova Zelândia. Nosso futuro está lá", disse Terry Hutchinson, Skipper e diretor executivo da American Magic

A presença e o impacto da American Magic são sentidos em várias áreas nos EUA desde que a equipe foi fundada em 2017.

A cidade de Nova York é a sede da 44th St. do New York Yacht Club.

Várias cidades em Rhode Island, todas com fortes vínculos com a Copa América, tiveram papéis importantes na campanha, incluindo Newport, Portsmouth e Bristol.

Os dois barcos lançados pela equipe até o momento, incluindo o barco de teste AM38, conhecido como "the Mule" e o AC75 DEFIANT foram construídos em Bristol.

Ambos fizeram história em Narragansett Bay, com seus batizados e sessões de comissionamento, antes de seguirem para Pensacola para mais testes.

COVID-19

Como em todos os principais esportes do mundo, a pandemia do COVID-19 impactou significativamente o 36º ciclo da Copa da América e cada uma das equipes envolvidas.

Após o cancelamento dos dois eventos da ACWS na Europa, a American Magic não pôde navegar na Baía de Pensacola no início de março.

A equipe interrompeu as operações na água para proteger a saúde do pessoal da equipe, de suas famílias e da comunidade em Pensacola.

Felizmente, a equipe conseguiu progredir em áreas como design, produção, manutenção, logística e outras, enquanto seguia cuidadosamente as diretrizes de saúde estaduais, federais e do CDC em suas áreas de operação.

Embora ainda esteja para ser visto quando a Nova Zelândia abrirá as portas para o pessoal da Copa da América, Hutchinson disse que enviar DEFIANT para Auckland agora é a única opção para a equipe, uma vez que todos os fatores logísticos foram considerados.

"Não podemos ficar em Pensacola devido à aproximação da temporada de furacões. A partir de 1º de junho, a equipe não pode ser segurada nas mãos da Flórida", disse Hutchinson.

"Enviar agora e chegar a Auckland em junho nos permitirá retomar o treinamento dentro do prazo".

"Entendemos e respeitamos totalmente a cautela e o cuidado que o governo da Nova Zelândia está demonstrando em resposta ao COVID-19″, disse Hutchinson.

"Quando tivermos permissão para entrar na Nova Zelândia, a American Magic, é claro, aderirá a todos os protocolos de quarentena e saúde e fará o que for necessário para ser membros responsáveis ​​da comunidade. Nada é mais importante".

O Emirates Team New Zealand é o atual detentor do título e como manda a regra, escolheu o barco (AC75) e os locais das regatas.

O ETNZ já está na final e esperará o adversário que sairá da Prada Cup, que será disputada entre 15 de janeiro e 22 de fevereiro de 2021.

Por Flávio Perez | Diarinho

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.

Blog Sobre as Águas