PUBLICIDADE
Topo

Road Book do novo mundo

Antonio Alonso

13/05/2020 08h42

A organização da Globe40 emitiu um comunicado nesta quarta-feira (13) garantindo por enquanto a realização da regata.

A competição prevista para junho de 2021 deverá ter mais de 15 barcos da Class40, que farão uma volta ao mundo com dois tripulantes.

A categoria dos 40 pés é a mesma utilizada na Transat Jacques Vabre, por exemplo.

O Brasil deverá ter Recife (PE) como uma das stopovers mundiais da prova.

São muitas nacionalidades envolvidas com paradas ou equipes incluindo vários países da Europa, Marrocos, Austrália, Japão e Estados Unidos.

"A GLOBE40, portanto, mantém sua ambição de ter cerca de vinte projetos concluídos até o final do ano", disse  Manfred Ramspacher, diretor da prova.

A  organização, além de ouvir as equipes diariamente, fornece suporte e estende os prazos financeiros".

"Todos esses elementos estão sendo formalizados num adendo ao Aviso de Regata".

A regata Globe 40 terá ao todo 48.000 km de prova.

Devido à COVID-19 e os desdobramentos, seus organizadores a apontam como a primeira regata de ponta pós-pandemia.

"O primeiro grande evento oceânico a viajar pelo mundo pós-crise, a GLOBE40 terá essa força simbólica para explicá-lo, como um "Road Book" do próximo mundo", completou.

A rota terá dois prólogos no Atlântico-Mediterrâneos na costa da França antes juntar-se à grande partida de Tânger.

O estabelecimento de um ponto de passagem obrigatório do Chile para a etapa de Papeete – Ushuaia limita a navegação nas latitudes mais baixas e aumenta a segurança dessa etapa.

Mais informações em https://www.globe40.com/wp-content/uploads/2020/05/Avenant.1.GLOBE_.40.pdf

Texto de Flávio Perez | Diarinho

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.

Blog Sobre as Águas