Topo
Sobre as Águas

Sobre as Águas

Sul-Brasileiro de Snipe 2019

Antonio Alonso

01/10/2019 13h21

A Escola de Vela Lars Grael, em Ilhabela (SP), sediou o Campeonato Sul-Brasileiro de Snipe 2019, evento-teste para o Mundial da categoria, que ocorre de 2 a 12 de outubro. A competição contou com 56 duplas e teve Alexandre Paradeda e Gabriel Kieling como campeões, com apenas 8 pontos perdidos.

As provas no percurso olímpico foram disputadas neste fim de semana com o total de cinco regatas. As temperaturas foram baixas com vento leste de 14 a 17 nós. O time formado por Mario Sergio de Jesus e Gabriel Borges ficou com o segundo lugar (20 p.p.) e Henrique Haddad e Gustavo Nascimento em terceiro (22 p.p.).

As principais duplas que estão inscritas no Mundial de Snipe correram o Sul-Brasileiro como forma de preparação para o principal evento da categoria do ano. As regatas internacionais valem os títulos mundiais júnior e sênior.

"Esse foi um campeonato importante de preparação, onde definimos as velas e as regulagens. Treinamos situações de regata também", disse Alexandre Paradeda, que foi campeão mundial da categoria em 2001.

"Agora é seguir concentrado nessa reta final, cuidando da saúde pra chegar inteiro no mundial daqui a uma semana".
As regatas do Mundial de Snipe na versão sênior começam em 8 de outubro. Nesta quarta-feira (2), os barcos do júnior iniciam a disputa pelo título.

Foto: ronald Kraag

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.

Blog Sobre as Águas