Topo
Sobre as Águas

Sobre as Águas

Festa na Torre Eiffel

Antonio Alonso

18/09/2019 18h23

A organização da 14ª edição da Rota do Café anunciou, nesta terça-feira (17), no teatro da Torre Eiffel, em Paris, na França, o novo title sponsor da regata, que passa a se chamar Transat Jacques Vabre Normandia Le Havre.

O evento, um dos principais da vela oceânica mundial, tem largada marcada para 27 de outubro, de Le Havre, com destino a Salvador, na Bahia.

A regata terá 60 duplas confirmadas, recorde histórico de participantes.

A Região da Normandia, parceira da prova desde 2017, une forças ao lado dos dois parceiros fundadores da regata, que são Le Havre e Jacques Vabre, para desenvolver este evento com fortes raízes normandas.

Com uma participação financeira quase quatro vezes maior que em 2017, a região se torna um dos principais parceiros do evento.

"A região da Normandia está particularmente satisfeita em fortalecer seu apoio a essa corrida, que contribui para o desenvolvimento econômico, turístico e esportivo de nossa região", disse Hervé Morin, presidente da região da Normandia.

60 duplas, 120 skippers

A edição de 2019 da Transat Jacques Vabre Normandia Le Havre já é histórica! Será a primeira vez desde a criação da chamada Rota do Café, em 1993, que tantos velejadores se aventuram pelo Oceano Atlântico.

Serão 60 barcos com velejadores de 10 nacionalidades diferentes, ou seja, 120 skippers. Os atletas estarão distribuídos em três classes de barcos : 27 duplas na Class40, três na Multi50 e 30 na IMOCA.

O start list da Transat Jacques Vabre Normandia Le Havre se mostra bem eclético, misturando campeões, velejadores experientes, nova geração e amadores.

Navegadores suíços, alemães, belgas, britânicos, norte-americanos, irlandeses, finlandeses, italianos, turcos e até japoneses se somam à maioria francesa na prova.

Serão 12 barcos lançados recentemente em ação rumo ao Brasil (6 Class40 e 6 IMOCA).

A Transat Jacques Vabre Normandia Le Havre continua sendo a maior regata transatlântica do mundo com 4.350 milhas de percurso.

É uma prova difícil com repleta de armadilhas meteorológicas. É uma referência no calendário de regatas de oceano.

 

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.