Topo
Sobre as Águas

Sobre as Águas

Phoenix veleja no Rio para defender o título brasileiro de HPE 25

Antonio Alonso

14/11/2018 17h19

Phoenix no Iate Clube do Rio de Janeiro (APJ Esportes)

A previsão de cerca de 30 barcos e as condições peculiares de maré e de vento da Baía de Guanabara serão os maiores desafios para as tripulações do 14º Campeonato Brasileiro da Classe HPE 25, a partir desta quinta-feira (15). Principalmente para Phoenix, da Flotilha Guarapiranga, que vem ao Rio de Janeiro com a árdua tarefa de defender o título inédito conquistado em 2017, em Ilhabela.

O barco paulista tem a seu favor a manutenção dos quatro tripulantes campeões no ano passado: Eduardo Souza Ramos, André Fonseca (Bochecha), Juninho de Jesus e Amauri Gonçalves, vencedores de três de oito regatas em 2017. O Campeonato Brasileiro de HPE é disputado a cada ano alternadamente entre Ilhabela e Rio de Janeiro. Em 2016, no Rio, o Phoenix foi vice-campeão, atrás do Rio Sail Tech.

"A missão de defender o campeonato será duríssima. Teremos adversários preparados como, os campeões de 2016, naturais do Rio; o Ginga, que vem embalado pela conquista da Copa Gil Souza Ramos no último domingo na mesma raia do Brasileiro. É a tripulação a ser batida. Pelo menos dez barcos têm condições de vencer", prevê Bochecha, tático do Phoenix.

Em 2017, o Brasileiro reuniu 24 barcos em Ilhabela. Phoenix ficou à frente do Fit to Fly, com Henrique Haddad, que correrá neste ano, e do Dom, de Pedro Lodovici, que também estará na raia. "Neste ano nosso objetivo é o pódio, o que seria um grande resultado. Será o Brasileiro de maior nível técnico. A classe cresceu muito nos dois últimos anos e se consolidou com a criação da Flotilha Guarapiranga", avalia Bochecha, terceiro colocado no Paulista, vencido pelo Ginga na represa paulistana.

As embarcações de de outros locais continuam chegando ao Iate Clube do Rio de Janeiro (ICRJ). Nesta segunda-feira chegou o Mussulo Angola Cable, de Ilhabela com tripulação baiana, para se juntar aos dez finalistas da Copa Gil Souza Ramos e aos demais barcos da Flotilha Rio de Janeiro. O Campeonato Brasileiro será disputado de 15 a 18 de novembro com previsão de oito regatas, duas por dia, e um descarte a partir da quinta prova.

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.