Topo
Sobre as Águas

Sobre as Águas

Caiçara UV.Line vence Classe C30 em Ilhabela por apenas um ponto

Antonio Alonso

04/09/2018 13h57

Caiçara UV.Line: absoluto nas águas de Ilhabela (Aline Bassi / Balaio de Ideias)

Caiçara UV.Line e Kaikias Maserati travaram duelo emocionante ao longo de seis regatas disputadas em dois finais de semana pela 3ª Etapa da Copa Suzuki – Circuito Ilhabela de Vela Oceânica. Com três vitórias contra duas do rival, Caiçara UV.Line foi o vencedor da etapa na Classe C30 por apenas um ponto de vantagem: 8 a 9, incluindo-se um descarte.

O barco eCycle +Realizado obteve uma vitória, mas perdeu a terceira colocação para o Caballo Loco, mais regular após três segundos lugares. No sábado foram duas regatas, com rajadas de sul que chegaram a 18 nós e forte correnteza de 2,5 nós no Canal de São Sebastião. No domingo, o vento sul entrou acima de 15 nós, mas foi diminuindo de intensidade até zerar, o que possibilitou apenas uma regata.

"Vencemos as duas regatas no sábado, sob condição que exigiu muito das tripulações. Domingo, tivemos uma largada muito disputada com todos os barcos tentando ficar à barlavento da linha de partida para seguir o mais rápido possível rumo ao baixio de São Sebastião e fugir da forte correnteza", contou o comandante do Caiçara UV.Line, Marcos de Oliveira Cesar.

Em regatas com vento e correnteza na direção sul, é comum as tripulações optarem por velejar junto à costa, onde a correnteza costuma ser menos intensa em relação ao meio do canal. "Infelizmente o Caiçara não estava conseguindo acompanhar os concorrentes. Depois da regata descobrimos que havia uma folha de coqueiro presa na nossa quilha, o que nos tirou pelo menos meio nó de velocidade", relatou Marcos Cesar.

Caprichos do vento – A vitória no domingo ficou com o Kaikias Maserati, seguido por Caballo Loco. Caiçara Uv.Line chegou em terceiro lugar, à frente de eCycle +Realizado. A Comissão de Regatas (CR) chegou a dar a segunda largada, mas o vento acabou logo na primeira perna e a regata teve de ser cancelada pela CR.

"Foi mais um final de semana duro, com regatas de contraventos longos e pernas de popa muito rápidas. Apesar de a folha de coqueiro nos ter prejudicado no domingo, felizmente mantivemos a liderança na etapa e no campeonato", comentou o proeiro do Caiçara UV.Line, Gabriel De Capitani.

Nas demais classes em disputa na Copa Suzuki, Ginga venceu na HPE 25, Zeus foi o melhor da etapa na IRC e também na RGS, enquanto H2Orça ganhou na Bico de Proa. O Yacht Club Ilhabela (YCI) receberá a quarta e última etapa de 2018 em 24 e 25 de novembro e 1º e 2 de dezembro, quando serão definidos os campeões da temporada de vela oceânica.

Classe C30 na 3ª Etapa da Copa Suzuki (6 regatas e 1 descarte)

1 – Caiçara UV.Line – Marcos Cesar: 1+2+(4)+1+1+3 = 8 pontos perdidos

2 – Kaikias Maserati – Eduardo Mangabeira: 2+(4)+1+2+3+1 = 9 pp

3 – Caballo Loco – Mauro Dottori: 3+3+2+(4)+2+2 = 12 pp

4 – eCycle +Realizado – José Luiz Apud: (4)+1+3+3+4+4 = 15 pp

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.