Topo
Sobre as Águas

Sobre as Águas

Caiçara UV.Line conquista inédito título brasileiro em Ilhabela

Antonio Alonso

28/07/2018 11h27

Classe C30 parte para mais uma regata em Ilhabela (Aline Bassi / Balaio de Ideias)

Prevaleceu a regularidade da tripulação do Caiçara UV.Line para que o barco comandado por Marcos de Oliveira Cesar conquistasse o inédito título de campeão brasileiro da Classe C30. Zeus Team, de Florianópolis, e Caballo Loco completaram o pódio. Em 2017 o Caiçara ficou em terceiro lugar, atrás do catarinense campeão, Katana, e do vice, Caballo Loco. A flotilha da C30 conta com sete embarcações one design.

O retrospecto do Caiçara no Brasileiro é inquestionável, com cinco vitórias em sete regatas. Finalizou o campeonato com oito pontos perdidos, contra 15 do Zeus e 18 do Caballo Loco. A festa do Caiçara em Ilhabela pode ser complementada neste sábado (28) com o bicampeonato na Semana de Vela, mas a situação está mais apertada. A vantagem para o Loyal Red Nose após seis regatas e um descarte é de apenas um ponto.

"Ganhar o Brasileiro nos deixa muito felizes, estamos contentes para caramba, mas precisamos manter o foco na Semana de Vela, outro campeonato muito importante. Estamos na briga", avisou Marcos Cesar. O responsável pela secretaria do Caiçara, Carlos Ney Ribeiro, lembrou dos treinos intensos da tripulação campeã. "É sempre bom sermos reconhecidos pelo trabalho que está sendo aprimorado, mas vamos aguardar porque tem mais regatas".

Principal rival do Caiçara UV.Line na Semana de Vela, Loyal Red Nose venceu sua primeira regata no campeonato. "O gosto da vitória é sempre bom, motivador. Fizemos segundo e primeiro lugares. Uma largada maravilhosa nos permitiu manter a flotilha sob controle e vencer a segunda regata. Coroou minha volta à água após dois anos. Dificilmente o Caiçara vai perder, mas amanhã será outro dia", avaliou o comandante e timoneiro do Loyal, Marcelo Massa.

A rivalidade na água, com regatas equilibradas, e a solidariedade entre velejadores é uma característica da Classe C30, constatada nas palavras do comandante do Zeus, Inácio Vandresen. "Deparamo-nos em Ilhabela com uma situação que não esperávamos. A tripulação do Caiçara está muito bem preparada e não erra. O título foi conquistado por mérito. Precisamos treinar muito no Sul para reduzirmos essa superioridade técnica deles". Na última vinda a Ilhabela, em 2016, o Zeus conquistou o Campeonato Brasileiro e foi vice-campeão da Semana de Vela

Campeonato Brasileiro (7 regatas e 1 descarte)

1 – Caiçara UV.Line (Marcos Cesar): 1+1+1+3+1+1+(4) = 8 pp

2 – Zeus Team (Inácio Vandresen): 2+(5)+4+1+3+3+2 = 15 pp

3 – Caballo Loco (mauro Dottori): 3+2+2+(6)+2+6+3 = 18 pp

Semana de Vela (6 regatas e 1 descarte)

1 – Caiçara UV.Line (Marcos César): (4)+1+3+1+1+4 = 10 pontos perdidos

2 – Loyal Red Nose (Marcelo Massa): 3+3+2+(6)+2+1 = 11 pp

3 – Zeus Team (Inácio Vandresen): (5)+4+1+3+3+2 = 13 pp

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.