Topo
Sobre as Águas

Sobre as Águas

Triplo empate na saída dos Doldrums

Antonio Alonso

11/01/2018 20h38

Leg 4, Melbourne to Hong Kong, Day 10 onboard Turn the Tide on Plastic. Always on the lookout for floating logs in the water – amazing we hit several large tree's flaoting in the ocean. Photo by Brian Carlin/Volvo Ocean Race. 11 January, 2018.

A etapa entre Melbourne e Hong Kong da Volvo Ocean Race segue cada vez mais equilibrada. Faltando uma semana para o término da quarta perna, os sete barcos seguem com chances de vitória. Nesta quinta-feira (10), três equipes se destacaram ao deixar a calmaria dos Doldrums, área de ventos fracos e inconstantes próxima à Linha do Equador.

Vestas 11th Hour Racing, Dongfeng Race Team e team AkzoNobel – que tem a brasileira Martine Grael – foram os primeiros a sair do Doldrums e pegar rajadas mais rápidas. O calor de quase 50 graus e a falta de ventos foram cruéis com os atletas desde o início da semana.

"Foram 24 horas incríveis", disse o velejador norte-americano Mark Towill, integrante do Vestas 11th Hour Racing. "Foi muito quente e muito complicado, mas nos colocamos em uma boa posição e estamos felizes.  Foi um esforço incrível por parte do time. Estamos ansiosos para outra noite emocionante e para alcançar os ventos alísios com uma brisa estável".

O Vestas 11th Hour Racing é o líder no relatório enviado na tarde desta quinta-feira, mas a diferença é inferior a uma milha náutica. Literalmente empate técnico triplo!

"Ontem à noite tivemos muito trabalho a bordo, nas melhores condições dos Doldrums com chuvas que exigiram uma mudança constante de velas e manobras", disse o navegador espanhol Joan Villa, integrante do MAPFRE. O barco espanhol está em quarto por enquanto.

A previsão de chegada em Hong Kong será em 17 de janeiro. Ao todo a quarta etapa tem quase 6 mil milhas náuticas.

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.