Sobre as Águas

Volvo Ocean Race comemora 45 anos com regata envolvendo lendas da vela

Antonio Alonso

06/02/2017 15h56

A Volvo Ocean Race quer premiar seus fãs com uma regata envolvendo os barcos e velejadores ícones dos 45 anos de história da Volta ao Mundo. A Legends Race será aberta a todos os veleiros que participaram da Whitbread Round the World Race ou da própria Volvo Ocean Race desde 1973. O anúncio foi feito no seminário anual do evento, que ocorre em Gotemburgo, na Suécia. Entre os prováveis participantes deve estar o Maiden, que foi um veleiro 100% feminino na edição 1989-1990

“O Maiden foi encontrado em um triste estado há alguns anos em Seychelles e desde então tenho trabalhado muito duro para recuperá-lo e levá-lo de volta à sua antiga glória novamente”, disse Tracy Edwards, que comendou o time feminino.

O plano para a Legends é incluir classe Maxi,a Volvo Ocean 60 e uma classe com regra aberta. As paradas da Suécia e da Holanda recebem as provas inicialmente. “A Race Legends irá adicionar muita emoção para a stopover em Gotemburgo, a penúltima da próxima edição”, disse Camilla Nyman, CEO da Gothenburg & Co, organizadores da parada em Gotemburgo. “Vamos receber os barcos famosos e tripulações para esse encontro histórico”.

Frank van der Peet, chefe da equipe de organização da parada holandesa de Haia, acrescentou: “A Holanda tem uma história rica e bem sucedida com a Whitbread e a Volvo Ocean Race. Por isso estamos muito entusiasmados com essa ação”.

Tanya Visser/PPL

Tanya Visser/PPL

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Topo