Sobre as Águas

Austrália terá parada extra na Volvo Ocean Race de 2017-18

Antonio Alonso

26/01/2017 21h09

Foto: Roberto Seba

Foto: Roberto Seba

A Volvo Ocean Race anunciou, na madrugada desta sexta-feira (27), a entrada de Melbourne na edição 2017-18 da volta ao mundo. A parada australiana será entre a perna da Cidade do Cabo e Hong Kong. Segundo a organização, os barcos devem chegar a Melbourne em 25 de dezembro, ou seja, no Natal.

A etapa entre a Cidade do Cabo e Melbourne terá 6.300 milhas náuticas. Os barcos vão ficar por uma semana na Austrália e não haverá In-port Race – regata local – em Melbourne. A largada para o próximo destino, que é Hong Kong, será dia 2 de janeiro do próximo ano. Ao todo, o evento de volta ao mundo terá 45 mil milhas náuticas. Em comparação com a edição passada, a regata terá três vezes mais navegação pelos mares do sul.

Sobre a Austrália

A mudança da rota de 2017-18 colocará a Austrália pela oitava vez no radar da Volvo Ocean Race. No entanto, será a primeira participação do país da Oceania em mais de uma década.

A história da Austrália na Volvo Ocean Race remonta à primeira edição em 1973-74. A regata parou pela primeira vez em Melbourne em 2005-06 e retorna agora para uma segunda vez. “Estamos muito satisfeitos por visitar Melbourne novamente – uma cidade vibrante de esporte e cultura com uma forte herança marítima”, disse o chefe de operações da Volvo Ocean Race, Richard Mason.

“Tendo nascido na Austrália, eu não poderia estar mais animado em ver a regata no Down Under (expressão coloquial usada para se referir aos países da Oceania). Os fãs da vela em todo o país vão adorar ver os barcos”.

As equipes vão deixar Alicante, Espanha, em 22 de outubro e partem para Lisboa, Cidade do Cabo, Melbourne e Hong Kong antes de uma transição sem valer pontos para Guangzhou, na China.

O ministro do turismo local, John Eren, comentou: “A Volvo Ocean Race é mais uma oportunidade para ver os melhores velejadores em ação. Grandes eventos são importantes para a economia. O governo local está orgulhoso com os patrocinadores envolvidos”.

As duas pernas dos mares do sul – da Cidade do Cabo a Melbourne, e Auckland para Itajaí – mais a perna do Atlântico Norte perto do final da regata, de Newport para Cardiff – terão pontos dobrados. A perna mais longa será de 7.600 milhas náuticas de Auckland para Itajaí.

A Volvo Ocean Race anunciou recentemente uma série de grandes mudanças nas regras da aventura clássica de 43 anos, incluindo um grande incentivo para as equipes competir com mulheres.

A regata fechou as datas para toda a rota 2017-18. As datas-chave são as seguintes:

Alicante
Abertura do Race Village – 11 de outubro de 2017
In-port Race de Alicante – 14 de outubro de 2017
Largada da perna 1 – 22 de outubro de 2017
– – – –
Lisboa
In-port Race de Lisboa – 28 de outubro de 2017
Largada da perna 2 – 5 de novembro de 2017
– – – –
Cidade do Cabo
In-Port Race da Cidade do Cabo – 8 de dezembro de 2017
Largada da perna 3 – 10 de dezembro de 2017
– – – –
Melbourne
Largada da perna 4 – 2 de janeiro de 2018
– – – –
Hong Kong e Guangzhou
In-Port Race de Hong Kong – 27 de janeiro de 2018
– – – –
In-Port Race de Guangzhou – 2 de fevereiro de 2018
– – – –
Largada da perna 5 – 7 de fevereiro de 2018
– – – –
Auckland
In-Port Race de Auckland – 10 de março de 2018
Largada da perna 6 – 18 de março de 2018
– – – –
Itajaí
In-Port Race de Itajaí – 20 de abril de 2018
Largada da perna 7 – 22 de abril de 2018
– – – –
Newport
In-Port Race de Newport – 19 de maio de 2018
Largada da perna 8 – 20 de maio de 2018
– – – –
Cardiff
In-Port Race de Cardiff – 8 de junho de 2018
Largada da perna 9 – 10 de junho de 2018
– – – –
Gotemburgo
In-Port Race de Gotemburgo – 17 de junho de 2018
Largada da perna 10 – 21 de junho de 2018
– – – –
Haia
In-Port Race de Haia – 30 de junho de 2018

Austrália na Volvo Ocean Race:

11 velejadoes australianos participaram na edição de 2014-15: Will Oxley (Alvimedica), Phil Harmer e Luke Parkinson, Sophie Ciszek, Stacey Jackson e Liz Wardley (SCA), Andrew Cape (Brunel), Chris Nicholson, Tom Johnson e Tom Addis (todos Team Wind Vestas), e Jack Bouttell (Dongfeng Race Team).

A Volvo Ocean Race visitou a Austrália sete vezes antes: Sydney em 1973-74, 1997-98 e 2001-02, Fremantle em 1989-90, 1993-94 e 1997-98 e Melbourne em 2005-06.

Foto: Amory Ross / Team Alvimedica / Volvo Ocean Race

Foto: Amory Ross / Team Alvimedica / Volvo Ocean Race

Foto: Amory Ross / Team Alvimedica / Volvo Ocean Race

Foto: Amory Ross / Team Alvimedica / Volvo Ocean Race

Foto: Rick Tomlinson/Volvo Ocean Race

Foto: Rick Tomlinson/Volvo Ocean Race

Foto: Rob Blackburn

Foto: Rob Blackburn

Foto: Rob Blackburn

Foto: Rob Blackburn

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Topo