PUBLICIDADE
Topo

Classe C30 retorna a Ilhabela para início do 20º Circuito de Vela Oceânica

Antonio Alonso

12/03/2020 15h39

Atual campeão Kaikias Maserati em Ilhabela (Aline Bassi / Balaio de Ideias)

A partir deste sábado (14/03) as emoções da vela oceânica retornam à Ilhabela com as primeiras regatas da 20ª Copa Suzuki. São 20 anos ininterruptos da competição mais regular e abrangente do calendário nacional, disputada em quatro etapas com dois finais de semana cada, de março a dezembro. Neste ano, o barco a ser desafiado é o Kaikias Maserati, de Ilhabela, campeão inédito na Classe C30 em 2019 e que superou o tetracampeão Caiçara (2015 a 2018).

A temporada oceânica de 2020 foi aberta para a Classe C30 no início de fevereiro com o Circuito Ilha de Santa Catarina, em Florianópolis. Caballo Loco, também de Ilhabela, conquistou o título pela primeira vez, com apenas três pontos de vantagem sobre o Kaikias Maserati após disputas acirradas nas raias de Jurerê. Loyalty, de Porto Alegre, ficou em terceiro lugar na flotilha de sete barcos, a mais numerosa do campeonato.

A competição catarinense foi válida também pela primeira etapa do Campeonato Brasileiro de C30, a ser concluído na Semana de Vela de Ilhabela, em julho.  Os atuais campeões da Copa Suzuki estão preparados para iniciar a defesa do título. "Após o vice-campeonato em Florianópolis, estamos ansiosos para a abertura da temporada de oceano em Ilhabela, principalmente pela oportunidade de revermos os amigos e tomarmos uma cerveja na varanda do Yacht Club de Ilhabela", destaca o timoneiro do Kaikias Maserati, Beto de Jesus.

Antes da habitual confraternização dos tripulantes em torno da canoa de cerveja, oferecida no clube após as regatas, as emoções costumam ser intensas nas raias do Canal de São Sebastião. "A Classe C30 sempre promete ótimas disputas. Na Copa Suzuki, as tripulações começam a preparar os barcos para a Semana de Vela e para o Brasileiro, além de ser muito bom voltar a velejar em casa. Vamos fazer o melhor possível em busca das vitórias", afirma Beto de Jesus.

As demais classes da Copa Suzuki tiveram os seguintes vencedores em 2019: Conquest ecom (HPE 25), Rudá (IRC), Zeus (RGS A), Sextante (RGS C) e Vendetta (Clássicos). Mais de 30 barcos são esperados neste fim de semana no Yacht Club de Ilhabela. O Windguru prevê vento leste com até 10 nós no sábado, diminuindo de intensidade no domingo. A temperatura deve variar de 22 a 28ºC, com céu parcialmente nublado e sem previsão de chuva.

 Classe C30 na Copa Suzuki de 2019 (27 regatas e 6 descartes)

1 – Kaikias Maserati (Eduardo Mangabeira) – 43 pontos perdidos

2 – Caiçara (Pablo Lynn) – 47 pp

3 – Caballo Loco (Mauro Dottori) – 66 pp

4 – eCycle +Realizado (José Luiz Apud) – 74 pp

5 – Katana Portobello (Cesar Gomes Neto) – 74 pp

6 – Barracuda (Humberto Diniz) – 75 pp

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.

Blog Sobre as Águas