Topo
Sobre as Águas

Sobre as Águas

Gênova, the grand finale

Antonio Alonso

23/09/2019 10h43

Cidade italiana receberá pela primeira vez uma parada da volta ao mundo. Gênova promoveu na semana passada a estreia dos debates em prol da sustentabilidade chamados de The Ocean Race Summit.

O anúncio foi feito nesta segunda-feira (23), no Salone Nautico Genoa, o boat show mais visitado do Mediterrâneo.

A cidade histórica, que impulsionou as expedições de Cristóvão Colombo, é considerada um dos centros marítimos mais importantes da Europa e continua sendo a capital da vela italiana.

Será a primeira vez que Gênova recebe os barcos da volta ao mundo. Os italianos se juntam a Alicante, na Espanha, Mindelo, Cabo Verde, Aarhus, Dinamarca, e Haia, na Holanda, como stopovers anunciadas da edição 2021-22.

"Trazer a final da The Ocean Race para Genova e para a Itália é significativo, pois marca uma oportunidade para se envolver com mais fãs de regata no sul da Europa que têm uma verdadeira paixão pelo esporte de alto nível", disse Richard Brisius, presidente da The Ocean Race. .

"Na cidade de Gênova, encontramos um parceiro que tem a mesma ambição de criar um futuro sustentável que o nosso e que compartilha muitos de nossos valores".

Na sexta-feira (20), Gênova, considerada Patrimônio Mundial da UNESCO, recebeu a primeiro de uma série de debates chamados de The Ocean Race Summit.

O encontro em prol do meio ambiente reúne importantes tomadores de decisão e influenciadores do mundo do esporte, sustentabilidade, política, negócios, e ciência para tomar medidas para restaurar a saúde dos oceanos.

 

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.