Topo
Sobre as Águas

Sobre as Águas

Regata de remo clássico em Itajaí (SC)

Antonio Alonso

2013-06-20T19:15:45

13/06/2019 15h45

Itajaí sediará, neste sábado (15), mais uma regata de remo clássico para crianças e adolescentes no Saco da Fazenda, local tradicional de provas náuticas no município.

O evento, que faz parte do calendário de comemorações pelos 159 anos da cidade catarinense, é aberto a jovens até 16 anos.

As categorias são definidas entre Proinha com os alunos de até 10 anos, Bombordo com alunos de 11 a 12 anos e Boreste com os alunos de 12 a 16 anos. Mais de 300 pessoas são esperadas para as regatas a partir de 8h.

A prova de remo clássico "Cidade de Itajaí" reunirá remadores de 18 escolas da rede municipal de Educação de Itajaí. Os alunos do projeto "Navegando pela cidadania" participarão de competições de remo em canoas baleeiras nas raias do Saco da Fazenda, mesmo local que sediou as regatas de Optimist do Volvo Academy, das últimas três edições da Ocean Race. O projeto é uma parceria entre a Associação Náutica de Itajaí – ANI e a secretaria municipal de Educação do município de Itajaí.

"É a nossa base onde as crianças iniciam na vela, mesmo sendo nos barcos das baleeiras. Além disso, o evento promove integração entre as crianças e a comunidade de Itajaí", disse Fabiano Zucco, presidente da Associação Náutica de Itajaí – ANI.

 

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.