Topo
Sobre as Águas

Sobre as Águas

Nova identidade da The Ocean Race

Antonio Alonso

2021-03-20T19:17:38

21/03/2019 17h38

Em Alicante, na Espanha, a regata de Volta ao Mundo anunciou sua nova identidade visual para a edição 2021-22.

Agora sem o naming rights da montadora sueca Volvo, como a gente já havia antecipado.

No evento, a brasileira Martine Grael foi uma co-apresentadora ao lado do espanhol Xabi Fernandez.

A velejadora espera uma regata mais rápida e desafiante com os IMOCA 60.

O evento terá também os barcos VO65, que já têm duas equipes.

A portuguesa Mirpuri Foundation e uma entrada liderada pela kiwi Bianca Cook.

O que ficou claro pela transmissão oficial foi que mais equipes devem ser anunciadas, visto que os franceses são os donos da IMOCA e querem investir.

Outra coisa:

Nada de confirmação de stopover (será que sai de Itajaí?)

Pelo que vi, apenas Alicante (cidade-sede) e Newport estão confirmadas

Veja o logo e depois o texto do release.

Abaixo fique com o texto do Flávio Perez

No evento, realizado em Alicante, na Espanha (sede da regata), a organização também revelou as duas primeiras equipes inscritas no evento: um barco português patrocinado pela Fundação Mirpuri e outra campanha da Nova Zelândia.

Anteriormente conhecida como a Whitbread (1973 a 1997) e Volvo Ocean Race (2001 a 2018), a The Ocean Race é a regata de volta ao mundo mais prestigiada do esporte e está no hall das maiores regatas mundiais, ao lado de Olimpíada e America's Cup.

"Este é um grande momento para a Ocean Race", disse o diretor Johan Salén. "Estamos entusiasmados por seguir com uma nova identidade que reflete o melhor de nossa herança – desenvolvimento humano, tecnologia, concorrência e trabalho em equipe -, acrescentando aos novos elementos, como nosso foco principal em sustentabilidade".

A próxima edição da The Ocean Race começará no segundo semestre de 2021, em Alicante, na Espanha, com duas classes de barcos: a IMOCA 60s de alta tecnologia e a frota VO65 de design único, usada nas edições anteriores.

"Abrir a Ocean Race para a classe IMOCA não é apenas emocionante para os atletas. Isso nos coloca de volta na vanguarda da tecnologia e faz com que todo o setor naval – de projetistas e engenheiros a construtores de barcos e fabricantes de velas – participe da prova novamente", disse o Diretor Executivo, Richard Mason.

"Há nove novos IMOCA 60 em construção em todo o mundo e sabemos que vários deles estão sendo preparados como projetos para nossa regata. E do outro lado, nós já temos seis dos oito VO65s q planejando estar na linha de partida em 2021".

Participante da última edição, a campeão olímpica brasileira Martine Grael foi uma das apresentadoras da cerimônia ao lado do espanhol Xabi Fernandez.

Martine Grael também comentou sobre a IMOCA em 2021-22. "Na última edição, os barcos foram levados ao limite – e em 2021 haverá menos tripulação a bordo das IMOCAs com provas mais rápidas. Eu acho que será mais extremo do que nunca. O barco tem um apelo muito grande".

Embora agora sob nova propriedade, a Ocean Race mantém a Volvo como parceira da regata.

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.