Topo
Sobre as Águas

Sobre as Águas

Ilhabela recebe bom público para largada da Semana de Vela

Antonio Alonso

21/07/2018 15h54

Público acompanha desfile e largada do Píer da Vila, em Ilhabela

O Píer da Vila e do Race Village recebeu grande público na manhã deste sábado (21) para acompanhar o desfile dos 120 barcos que participam da 45ª Semana de Vela de Ilhabela. Logo depois, as embarcações alinharam para a largada da Regata Alcatrazes por Boreste Marinha do Brasil, com mais de 50 milhas náuticas (cerca de 90 km), que abriu a competição.

Tanto o desfile como a largada foram mostrados ao vivo pela fan page do Turismo de Ilhabela – https://www.facebook.com/turismoilhabela/. Uma equipe de 13 profissionais da Lima Filmes mostrará diariamente as largadas e chegadas das regatas. As imagens são transmitidas também para um telão instalado no Race Village, no Centro Histórico da cidade, junto com a regata virtual, que mostra a evolução dos barcos em tempo real (por meio de localização monitorada por satélite).

Além das imagens, um locutor especializado em vela explica cada detalhe das regatas da Semana de Vela ao público presente no Centro Histórico de Ilhabela. Para quem preferir obter as informações direto no computador, tablet ou smarphone, basta acessar o link: http://www.spotagora.com/svilhabela18.

Regata por ser acompanhada em tempo real pelo computador ou smartphone

"Entendemos a importância de Ilhabela como a capital nacional da vela e a necessidade de investimento para fazer da Semana de Vela um acontecimento não só esportivo, mas também social e cultural. Trazer as regatas do mar para a terra por meio de imagens e locução técnica é usar a tecnologia para democratizar o esporte náutico", avalia o secretário de Desenvolvimento Econômico e do Turismo, Ricardo Fazzini.

Hospitality Boat – Com o objetivo de aumentar a participação do público, a prefeitura criou ações como o Hospitality Boat, uma escuna que levará as pessoas para acompanhar as disputas no mar. O serviço é gratuito, começa a funcionar neste sábado e seguirá diariamente até o próximo sábado (28). A embarcação zarpa do Píer da Vila, sempre às 11h. Mas quem ficar em terra também poderá acompanhar as regatas. Um telão instalado no Race Village mostrará a evolução dos barcos em tempo real (por meio de localização monitorada por satélite). Além disso, um locutor especializado em vela explicará cada detalhe das provas ao público presente no Centro Histórico de Ilhabela. Para quem preferir obter as informações direto no computador, tablet ou smarphone, basta acessar o link: http://www.spotagora.com/svilhabela18.

Apoio da Marinha do Brasil – Os moradores de Ilhabela, região e turistas terão a oportunidade de conhecer o NSS Felinto Perry, navio de socorro submarino equipado para apoio ao mergulho, combate a incêndio e resgate. Ancorado próximo ao Centro Histórico, estará aberto para visitação neste domingo (22) e segunda-feira (23), das 13h30 às 16h. Para garantir entrada na embarcação de guerra é preciso retirar uma pulseira de acesso no estande da Marinha instalado no Race Village.

Para integrar velejadores, turistas e moradores, o Race Villege rcebeu investimento de R$ 4 milhões. O espaço funciona desde o dia 7, no Centro Histórico, e seguirá até o dia 29, com atrações como shows, exposições, sessões de cinema, feira literária, palestras, entre outras. E o melhor, tudo grátis.

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.