Topo
Sobre as Águas

Sobre as Águas

Barco de Martine Grael adota estratégia diferente e perde contato com líder

Antonio Alonso

09/02/2018 18h29

Leg 6 to Auckland, day 03 on board Dongfeng. 09 February, 2018. Marie Riou in action at the bow in rough conditions.

Os barcos team AkzoNobel e o Sun Hung Kai / Scallywag adotaram estratégias diferentes do restante das equipes da Volvo Ocean Race e pagam, pelo menos por enquanto, um preço alto pela escolha mais ao norte.

Os dois barcos rumaram ao norte imediatamente depois de passar a ponta do sul de Taiwan, e assim a flotilha ficou dividida! O vento é bem mais fraco no Mar das Filipinas para o time da brasileira Martine Grael (team AkzoNobel).

"Isto está errado, muito errado", disse a campeã olímpica Martine Grael. "Nós vamos para o norte, noroeste, e nosso destino é sul-sudeste!"

A diferença do AkzoNobel, que é o último, para o pelotão da frente aumentou nas últimas horas, chegando a mais de 120 mil milhas náuticas do líder Team Brunel.

Leg 6 to Auckland, day 02 on board Brunel. Upwind in 35 knts along Taiwan. 08 February, 2018.

"Nós fomos para norte muito cedo", admitiu o navegador do AkzoNobel, Jules Salter. "Estamos  desapontados. Tomamos a decisão com bastante rapidez para rumar a norte, parecia que tudo estava alinhado, Scallywag também foi, no primeiro turno estávamos bem, no segundo já não muito. Os quatro primeiros já foram, e agora somos nós os dois cá para trás".

A sexta etapa, que liga Hong Kong e Auckland (Nova Zelândia), tem Dongfeng Race Team e MAPFRE estão na cola do adversário holandês.

O líder do Dongfeng, Charles Caudrelier, admitiu que o barco chinês quase se juntou aos dois barcos do norte, mas decidiu que ainda era muito cedo.

"Para ser honesto, quando o AkzoNobel e o Scallywag cambaram, pensamos em fazer, mas achamos que era um risco demasiado grande. Parece que eles estão agora com dificuldades".

Leg 6 to Auckland, day 03 on board Dongfeng. 09 February, 2018. Black trimming the sheets.

O francês acrescentou: "É a etapa mais complicada em termos de clima, não chega apenas ter uma boa cabeça, você também precisa de um pouco de sorte. Há tanta transição para a frente, eu não sei qual será o momento-chave, então estamos sempre muito focados e tentando optimizar a nossa progressão com pequenos ganhos".

Leg 6
Hong Kong to Auckland
9 February 2018
Positions at: 13:00 UTC
DTL nmGAIN_LOSSSTATUSSPEED ktCOURSETWS ktTWDDTF nm
1TBRU0.000.00RAC15.358º18.0127º4812.72
2DFRT0.84 0.21RAC12.753º17.8102º4813.55
3MAPF1.280.21RAC12.937º15.5105º4814.00
4TTOP8.090.10RAC12.835º16.898º4820.81
5SHKS124.50 51.73RAC10.262º11.0116º4937.22
6AKZO126.60 44.59RAC10.552º9.3100º4939.32
7VS11DNS

 

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.