Sobre as Águas

Copa Paulista leva regatas da represa para o mar

Antonio Alonso

CLasse Snipe na Baía de Santos (Maurício Cassano/ICS)

Responsável por resgatar a movimentação da vela na cidade de São Paulo, a Copa Paulista, criada em 2015 como Copa YCP (Yacht Club Paulista), amplia sua abrangência nesta temporada e pela primeira vez desce a serra rumo à Baixada Santista. A parceria firmada em 2016 entre YCP e ICS (Iate Clube de Santos), permite que as regatas sejam disputadas de forma inédita, no mar, neste fim de semana, 25 e 26 de março. São esperados 40 barcos.

Após as duas primeiras etapas do ano realizadas na Represa Guarapiranga, organizadas por YCP e CCSP (Clube de Campo São Paulo), respectivamente, chegou a vez do ICS tornar-se anfitrião do evento. ''Acreditamos que este intercâmbio de raias trará mais emoção ao campeonato, além de consolidar a parceria com o YCP. Consideramos a Baía de Santos como extensão de nossa sede no Guarujá, aliás, já preparada para receber, com muito entusiasmo, os participantes da 3ª Etapa da Copa Paulista'', afirma o vice-comodoro do ICS, Jonas de Barros Penteado.

Assim como a diretoria de Vela, os velejadores do ICS também estão empolgados com a oportunidade proporcionada pela parceria entre os dois tradicionais clubes náuticos. ''Teremos um fim de semana especial. Pela primeira vez o clube vai organizar uma etapa e para nós da classe Snipe será um treino de luxo para o Sul-Americano, em abril, na Argentina, além de promovermos a vela na Baixada Santista'', comemora o campeão sul-americano de Snipe, Rafael Gagliotti.

O velejador olímpico Manfred Kaufmann, o Fips, representante brasileiro na Flying Dutchman nos Jogos de 1980, em Moscou, e associado ao YCP, também espera aprimorar seu desempenho com as regatas no litoral. ''A Copa tem sido minha oportunidade de treinar de Laser para o World Master Games, em abril na Nova Zelândia. Além da represa, quero aproveitar a experiência do intercâmbio no mar. Santos possui flotilha muito competitiva de Laser, o que fortalecerá minha preparação para o Mundial Máster'', deseja Fips.

Snipe e Laser têm sido regularmente as flotilhas mais numerosas da Copa Paulista. Entre as 12 etapas programadas para 2017, três estão previstas para Santos, incluindo-se a sétima e a nona, em junho e setembro, respectivamente. A etapa de abertura da temporada estabeleceu recorde de participantes, desde 2015, reunindo 88 embarcações de 15 classes na Guarapiranga no início de fevereiro. Além de YCP, ICS e CCSP, o Yacht Club de Santo Amaro (YCSA) também será sede da competição neste ano.