Sobre as Águas

Conhecido como MacGyver, espanhol volta ao time da MAPFRE

Antonio Alonso

02/03/2017 14h01

O velejador Antonio “Ñeti” Cuervas-Mons volta ao MAPFRE para a edição 2017-18 da Volvo Ocean Race. Conhecido por ter até uma torcida organizada, o espanhol vai para sua quarta volta ao mundo consecutiva. Com 35 anos, o proeiro “Ñeti” retorna à sua função na equipe, que será comandada por Xabi Fernández.

Em 2008, o espanhol começou a velejar na Volvo Ocean Race como um dos tripulantes com menos de 30 anos na equipe do Telefónica Black (comandado por Fernando Echávarri). Além da volta ao mundo, Ñeti corre regatas pelo mundo. Seu último feito foi a bordo do Perpetual LOYAL, um monstruoso barco de 100 pés (30,5 metros) que pulverizou o recorde de 628 milhas (1.116 quilômetros) entre Sydney (Austrália) e Hobart (Tasmânia) em 1 dia, 13 horas, 31 minutos e 2 segundos. Nenhum dos 4.800 barcos que participaram desde 1945 da lendária regata nunca foram tão rápidos.

”Isso é navegar em sua pura essência, durante muitos dias seguidos e competindo 24 horas por dia”, comentou Cuervas-Mons pouco antes da sua segunda edição na Volvo Ocean Race.

”O objetivo agora é preparar o veleiro, treinar o resto da tripulação e chegar pronto para a largada em 22 de outubro com o barco nas melhores condições. A equipe quer estar sempre no pódio”, disse o espanhol, que prima por ser positivo, trabalhador e bom de grupo.

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Topo