Sobre as Águas

Salvador será destino da regata internacional Transat Jacques Vabre 2017

Antonio Alonso

14/02/2017 14h24

Transat Jacques Vabre

Dez anos desde a última edição na Bahia, a Transat Jacques Vabre, maior regata transatlântica da mundo, terá Salvador como chegada na edição de 2017. A cidade brasileira disputava a candidatura para sediar o evento, que ocorre em novembro, com a colombiana Cartagena. O anúncio oficial foi feito na manhã desta terça-feira (14), na França.

A cidade recebeu a competição de 2001 a 2007 (a cada dois anos) e, ao lado de Itajaí (SC), são as únicas duas cidades brasileiras a serem porto de chegada da travessia. A largada oficial para a 13ª edição será dada no dia 5 de novembro, em Le Havre, e a previsão é de que os primeiros veleiros cheguem a Salvador no fim do mesmo mês. O trajeto terá ao todo 4.350 milhas náuticas – 8.056 quilômetros até a chegada na Baía de Todos os Santos.

“Esse percurso transatlântico que liga o Norte ao Sul [França e o Brasil] é mais exigente que uma simples travessia de Leste a Oeste. Requer dos velejadores qualidade técnica, planejamento estratégico, um bom conhecimento meteorológico e uma excelente condição física para completar o percurso”, explica Sylvie Viant, diretora de prova da Transat Jacques Vabre. Na última edição, 42 barcos participaram da disputa.

No ano em que a cidade de Salvador festeja seus 468 anos e a cidade de Le Havre completa meio milênio, a escolha da capital baiana marca também uma parceria entre as duas cidades, ambas consideradas patrimônio da humanidade pela Unesco. “A edição de 2017 marca o retorno a um local histórico e emblemático para nós, que já recebeu várias vezes o evento”, afirma Xavier Mitjavila, presidente da JDE France e da Associação Transat Jacques Vabre.

Relação íntima com o Brasil
Embora o Brasil tenha um currículo vitorioso em Olimpíadas, a Transat Jacques Vabre é uma das poucas competições em que o país fez história na vela de oceano. Em 2005, Walter Antunes foi o primeiro brasileiro a fazer o mesmo trajeto entre Le Havre e Salvador. Já em 2015, o campeão olímpico Edu Penido e Renato Araújo formaram a primeira equipe verde-amarela em 24 anos de regata.

Se o número de participantes brasileiros ainda é baixo, por outro lado o Brasil é o país que mais vezes recebeu o evento, seguido justamente pela Colômbia. Com uma edição a cada dois anos, Salvador foi a cidade de chegada entre os anos de 2001 e 2007. Já em 2013 e 2015, foi a cidade catarinense de Itajaí a segunda representante brasileira.

Sobre a regata
A regata, que é disputada em duplas, larga sempre da cidade portuária de Le Havre, na Normandia, com destino a um país produtor de café, característica que lhe rendeu o apelido de “Rota do Café”. Em 2013, a regata reuniu mais de 590 mil visitantes nas duas Vilas da Regata (Le Havre e Itajaí).

Participam quatro classes de veleiros: Class40, Multi50, IMOCA e Ultime, com 40, 50, 60 e até 100 pés respectivamente. A travessia ligando a Europa à América é disputada com apenas dois velejadores a bordo, que se revezam no comando da embarcação.

Mais informações no site www.transat-jacques-vabre.com/br
Facebook: https://www.facebook.com/Transat.Jacques.Vabre
Twitter: https://twitter.com/TransatJV_br

Sobre o Autor

Antonio Alonso Jr é capitão amador e cobre esporte há 15 anos, com passagens pela Folha de S.Paulo e por um UOL ainda em seus primeiros anos de vida. Jornalista e formado também em Esporte teve a excêntrica ideia de se dedicar à cobertura náutica, com enfoque para a Vela. Depois de oito anos na principal revista especializada do país, estreia seu blog em novo endereço no UOL.

Sobre o Blog

A vela é o exemplo claro de que o sucesso de um esporte não se mede em medalhas. Ela foi o esporte que mais medalhas Olímpicas deu ao Brasil. Ainda assim, é um esporte desconhecido, com enorme dificuldade de atrair público e restrito a guetos idílicos. Este blog não está interessado em resolver esse problema, mas em trazer mais para perto esse esporte excêntrico, complicado talvez, mas cheio de matizes empolgantes e que coloca atletas e meio-ambiente numa simbiose singular no mundo esportivo. Bem-vindo a bordo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Blog Sobre as Águas
Topo